ABRADi

Soluções digitais ocupam uma posição cada vez mais central nas estratégias de empresas públicas e da iniciativa privada. Por isso, atingir e superar os requisitos e objetivos estabelecidos para projetos naturalmente mais complexos exige melhores processos de desenvolvimento e profissionais sempre mais aptos.

Os serviços de comunicação digital em Brasília possuem características peculiares. A Associação de Agências Digitais do DF nasce com o objetivo de fomentar o mercado, unindo agências digitais de Brasília para sustentar as atuações de suas filiadas no atendimento de contas governamentais.

Entre os desafios da ABRADi-DF está a promoção de uma maior compreensão do mercado regional, estudar o setor e oferecer dados dos players do Distrito Federal. Essa atuação se refere tanto às ações das agências digitais, quanto à forma de investimento das empresas em comunicação e projetos digitais, para contribuir nos estudos feitos pela ABRADi.

 

PRINCIPAIS PREMISSAS

a) Congregação de instituições, empresas, entidades e profissionais que exerçam atividades relacionadas ao mercado de comunicação digital, para defesa de seus direitos, interesses e prerrogativas;

b) Valorização do mercado de comunicação digital, ressaltando suas funções econômico sociais, conforme os princípios da livre economia de mercado;

c) Desenvolvimento nacional do mercado através da sua profissionalização e aculturamento;

d) Aplicação, difusão, estudo e aprimoramento dos princípios e métodos de informação, voltados para a formação e o aperfeiçoamento de empresas que atuem com consultoria, projeto e desenvolvimento de soluções de comunicação para o ambiente digital;

e) Criação de mecanismos para mensurar e disponibilizar informações sobre o mercado brasileiro de comunicação para o ambiente digital;

f) Reunião dos segmentos que compõem o mercado e criação de oportunidades de negócios para nossos associados;

g) Atuação junto aos poderes públicos em questões de interesse do mercado dos associados. Como exemplo, podemos citar o trabalho desenvolvido com a SECOM para o modelo de edital para contratação de serviços digitais na modalidade técnica pelo Governo Federal;

h) Interlocução com outras entidades estratégicas, sobretudo as que atuam no mercado de comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *